Abelha Mandaçaia

= ABELHAS MANDAÇAIA =

Webnode

Melipona Quadrifaciata Quadrifaciata.

A abelha Mandaçaia (melipona quadrifaciata) é encontrada ao longo da costa atlântica desde o Norte até o Sul, sendo que a quadrifaciata e encontrada nas regiões de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, sendo estas mais resistente a baixas temperatura e umidade, estão adaptada ao clima:

A subespécie anthidioides ocupa as regiões ao Norte, sendo que no Estado de São Paulo podemos encontrar as duas subespécies. esta subespécie e mais adaptada a clima de temperaturas mais altas.

A Mandaçaia Melipona Quadrifaciata Quadrifaciata habita regiões mais altas e mais frias, o comportamento externo dessa subspécie em relação a temperaturas baixas -14 e - 16 graus, e umidade relativa alta 75 a 90% no verão no horario das 8 a 11 horas é bem intenso o trabalho de coleta. Devido ao seu tamanho avantajado, possui bom controle de temperatura corporal, o que lhe permite viver em lugares mais frio.

= O MEL = O mel produzidopela pela abelha Mandaçaia é procurado pelo seu agradável sabor, não enjoativo. É bastante liquifeito devido ao alto teor de umidade, fato este que requer que o mesmo fique guardado em geladeira para evitar a fermentação.

Para ser armazenado fora da geladeira pode ser feito a pasteorização, o mel é aquecido a uma certa temperatura, deixa esfriar e depois envasa. O mel contido nos copos natural no ninho não estraga devido o trabalho de limpeza diaria efetuado pelas abelhas.

A Abelha Mandaçaia criada racionalmente em caixas apropriadas produz entre 2 a 4 kilos de mel por ano. Se compararmos produção por quantidade de abelha. à Abelha Mandaçaia produz mais mel que a abelha apis melífera (ou ab. africanizada).

MORFOLOGIA= É uma abelha de cor negra, tendo em seu abdomen quatro listras amarelas transversais, A região entre as antenas, geralmente possui pelos negros, é uma abelha robusta e o seu tamanho mede entre 8 a 12 mm

SEU HABITAR E NINHO= A Mandaçaia constroi seus ninhos em ocos de árvores vivas ou morta, numa altura média, a entrado do ninho e construida com uma mistura de barro saliva e resina extraida das plantas, na parte externa no buraco de entrada elas constroem sulcos radiais, sendo que nesse buraco passa uma abelha de cada vez. A partir do buraco de entrada encontramos um tunel que chega até 20 cm feito de geoprópolis de cor mais clara que vai terminar no ninho de cria. O ninho e envolvido por lamelas de cerume irregulares que chamamos de invólucro, que tem composição de cera e própolis, que tem a finalidade de preservar a temperatura interna do ninho e suas crias.

O ninho tem o formato de um ovo, as crias são em forma de discos um em cima do outro com pilares separando para que as abelhas possam fazer limpesa e reparos, os discos estão no sentido horizontal, os discos são formados por células com (+ -) 1 cm de altura por 0,5 de largura feito com cerume, onde a rainha faz a postura dos ovos. Constroem tambem com o mesmo material os potes ovais onde guardam o mel e o pólem separado um do outro mede cerca de 3 a 5 cm de altura por 1 a 3 de diametro são ligados entre si, são encontrado em volta do ninho e a sobra e guardado na parte de cima do ninho, quando o ninho é no oco de uma arvore tambem grardam em baixo.

O ninho desta abelha possui uma população bem menor em relação a abelha apis (Africanizada) não chega a ultrapassar a 600 abelhas. A mandaçaia é uma abelha muito mansa, mas costuma espantar os intrusos com movimentos bem intenso em redor do inimigo e chega a dar pequenos mordisco com suas fortes mandíbulas, quem não a conhece corre, pois enxame forte asusta.

É uma abelha bem sociavel fácil de multiplicar é do género Melipona, que a cada 100 abelha que nasce 12 a 30 são princesa virgens e uma é escolhida para ser a rainha, As operárias desempenham várias funções na colonia de acordo com sua idade, As mais jovens de cor mais clara, ficam sempre na região dos discos aquecendo as crias, num segundo estágio se ocupam na construção das células e colocação de alimento, na medida que vão ficando mais adulta trabalham na construção de potes de alimentos , quando atingem a idade adulta se tornam operárias, que tem como trabalho o transporte para dentro da colmeia, de néctar, pólen, barro e resina, o néctar é transportado na fisícula melífera (pré estômago) e os tres ultimos nas curbículas, As operárias tambem fazem linpeza interna e fabricam potes e células.

 

Em colonia de Mandaçaia, as operárias tem seus ovários desenvolvidos e muitas vezes fazem postura, Estas postura podem ser efetuada antes ou após a postura da rainha, Geralmente ovos de operárias, posto antes da postura da rainha, são comidos pela rainha, e os ovos postos após a postura da rainha darão origem a zangões (machos), isto porque a larva do macho se desenvolve mais rápido comendo o ovo posto pela rainha. Estes ovos tem a mesma forma dos ovos de ranha e mesmo os que são postos antes dos da rainha, podem dar origen a machos, Em colonias de Mandaçaia Quadrifacia da região Sul do Brasil os machos são menores que as operárias.

= RAINHA = Por ter seu abdômem bem desenvolvido, a rainha caminha lentamente pelos discos de crias é ai que geralmente se encontra a rainha geralmente sem acompanhante.

Não existe diferença de tamanho entre células de rainha e operárias. Numa colonia normal sempre a nascimento de rainhas virgens, no entanto elas não são atrativa, se a colonia ja estiver uma rainha fisogástrica (feculdada ) em boas condições, eventualmente pode ocorrer a substituição da rainha fisogástrica, pois pode estar velha e fazendo poucas postura. Neste caso a rainha (princesa) ser feculdada e em alguns dias começa a fazer a postura.

As rainhas princesas são de fácil identificação, póis não possuem as listras amarelas no abdômen, a cabeça é um pouco menor, e a coloração do corpo é marrom, apos a fecundação o abdômen tem um aumento significativo, o qual impossibilita o seu vôo. As demais rainhas princesas são eliminadas da colonia.

ZANGÕES machos = Os machos de Mandaçaia, ao contrário dos de apis melífera (africanizada), podem realizar algum tipo de trabalho na colonia, como por exemplo, a desidratação do nécta e aquecimento, mas sua principal função na colonia é fecundar rainha durante o seu vôo nupcial, podendo tambem feculdar rainha de outra colonia, segundo estudos, embora haja divergências, a rainha acasa-la somente com um zangão. este fato ainda não esta definitivamente comprovado, carece de mais estudos.

Nesta espécie, a diferenciação de casta é determinada por fatores genéticos e alimentares e de 12 a 30% da cria desenvolve-se em rainhas.

O período completo de desenvolvimento para Melipona é de aproximadamente 38 dias, sendo 5 dias de desenvolvimento embrionário (ovo), 15 dias de estágio larval e 18 dias de estágio pupa.

 


Webnode